Tags: uniformes; uniformes sp; uniformes para empresas; uniformes mogi das cruzes; uniformes suzano; uniformes biritiba-mirim; uniformes poá; uniformes personalizados; camisetas; camisas; Uniformes Operacionais; Linha Ecológica, Confecção de Uniformes; Confecção de roupas; Roupas Profissionais, uniformes profissionais

© 2018 por Inove Uniforme. | Mogi das Cruzes - São Paulo | Tel: 11 2378-2698 | vendas@inoveuniforme.com.br

Inove Uniforme
Comunidade
Nossos Produtos
Siga-nos

Facebook

Instagram

  • Inove Uniforme

Entenda como funciona a psicologia das cores no marketing

Sabemos que um bom planejamento estratégico em marketing envolve uma lista generosa de detalhes importantes para posicionar as empresas nesse mercado tão competitivo. Entre as táticas do marketing, temos a psicologia das cores, responsável por uma boa parte de ações.

Na hora de adquirir um produto ou serviço, um dos fatores mais decisivos é o impacto visual que a marca causa nos consumidores, sendo a cor o primeiro elemento a chamar a atenção.

Neste post, vamos detalhar melhor a influência da psicologia das cores nas estratégias de marketing. Confira!


Como essa ciência funciona no marketing?

Experts em comunicação já provaram que é perfeitamente possível interferir no poder de decisão de uma pessoa por meio de informações visuais, frases de efeito e mensagens subliminares. Então, por que não usar o mesmo princípio com as cores?


Elas afetam diretamente os sentidos, o que favorece o seu uso para atribuir significado na transmissão de informações ou com o fim de induzir determinados estados e sensações nas pessoas. A psicologia das cores estuda de que forma o cérebro se comporta quando exposto às diversas frequências das tonalidades quando elas são captadas pelo olho humano.


Quando se trata de marketing, cada detalhe contido na identidade visual de um produto ou serviço é importante e todo o cuidado é pouco. As cores escolhidas nos anúncios remetem a emoções, que interferem na percepção das pessoas de maneira positiva ou negativa, dependendo do contexto. As variáveis são muitas: enquanto uma cor que causa boa impressão em um determinado tipo de negócio, ela pode ser uma péssima opção em outro ramo de atividade. Além disso, esse impacto também pode mudar de pessoa para pessoa, já que cada indivíduo é único e dotado de experiências e culturas distintas.


Por esse motivo, a psicologia das cores nunca pode ser vista como uma ciência exata. No mundo corporativo, o neuromarketing é usado de forma estratégica. Essa técnica pode ser entendida como a busca por melhorias no conhecimento de elementos persuasivos — como as cores — para alcançar um número cada vez maior de leads, o que leva às conversões.


Qual a relação da psicologia das cores com as emoções do consumidor?

A questão primordial é: o marketing deve ser persuasivo, as pessoas precisam ser seduzidas logo no primeiro contato e, quando pensamos em persuasão, é fácil associar o termo com as emoções. Portanto, acredite: as cores podem afetar o emocional tanto quanto as imagens ou as palavras-chave.É claro que cada um tem suas preferências e as opiniões podem divergir.


No entanto, a influência das cores é indiscutível, uma vez que elas realmente podem alterar o humor e comandar decisões. Não à toa, existe uma ciência chamada cromoterapia, na qual os pacientes são tratados por meio de aplicação das cores para obter cura.Infelizmente, no mundo corporativo, muita gente ainda não compreende o tamanho da importância das cores nos negócios e o quanto poderiam se beneficiar caso utilizassem esse recurso a seu favor.


Ainda é muito comum vermos o uso de cores de maneira aleatória, sem o mínimo critério, principalmente por empresas menores, com pouco ou nenhum recurso de marketing e design.É preciso entender que, além de apostar em um bom projeto de identidade visual e branding, investir nas cores certas é o caminho mais curto para ganhar uma enorme vantagem em relação aos concorrentes.


Agindo assim, as ideias são transmitidas de maneira eficaz, direta e em comunhão com os interesses e necessidades do público-alvo. Com isso, a marca cresce, ganha mais espaço, aumenta as conversões e conquista a fidelidade do consumidor.


Quais são as principais cores e suas representações?

Marcas notórias já se atentaram à importância do uso correto das cores e as utilizam sabiamente, investindo tempo em busca do tom ideal para comunicar exatamente o que desejam.Fizemos um breve apanhado do significado das principais cores usadas para diversas finalidades. Confira!


VERMELHO

Sempre associado à paixão, a sua aplicação é feita com muito mais frequência na indústria de alimentos. Por ser estimulante e vibrante, sua simbologia remete ao apetite. Além disso, é utilizada em campanhas promocionais para instigar a ação das pessoas para as compras.Há também as associações negativas, como: raiva, perigo, violência e guerra. Portanto, o uso dessa cor deve ser feito com cautela, para não confundir a interpretação da mensagem que se pretende emitir.


LARANJA

Por ser vibrante, essa cor também é aplicada em anúncios promocionais e na indústria de alimentos. Ela desperta, ainda, a criatividade e costuma ser usada para transmitir confiança. Marcas ligadas ao público jovem a adotam para passar a sensação de dinamismo, energia, atividade e proximidade.


AMARELO

Seu significado também remete ao estímulo do apetite e, nesse contexto, normalmente é usada em conjunto com o vermelho (como é possível notar em algumas redes de fast-food). Quando aparece separadamente, sem interferência de outras cores, ela é associada a acolhimento, esperança, otimismo e concentração.


VERDE

A cor verde comporta um leque variado de opções, podendo estar relacionada a diversas coisas, como natureza, sustentabilidade, saúde, equilíbrio e harmonia. É muito explorada em logotipos de centros de saúde, produtos de limpeza e ambientes corporativos para transferir a ideia de ponderação e coerência.


AZUL

O azul-claro costuma remeter à higiene, ao frescor e à tranquilidade, enquanto o azul-escuro é útil para criar uma atmosfera de confiança entre as marcas e os clientes.


ROXO E LILÁS

Essas são as cores da nobreza e a realeza, mas também da espiritualidade, da sabedoria, da calma e do respeito. Portanto, são muito exploradas em clínicas de estética, SPAs, marcas de produtos de beleza e negócios relacionados ao bem-estar.


ROSA

Nos tons claros, a suavidade da cor remete à delicadeza, à inocência, ao romantismo e à proteção. Essas tonalidades são usadas com frequência em marcas infantis e de doces. Os tons mais escuros, por sua vez, estão ligados à modernidade.


MARROM

Essa cor está associada à elegância e à sofisticação. Por isso, é a preferida de muitas lojas gourmet e negócios que pretendem transmitir o conceito de organização e comprometimento. Em marcas de produtos orgânicos, passa a ideia de rusticidade e amor à natureza.


BRANCO

A neutralidade dessa cor é vinculada à pureza, à tranquilidade e à limpeza. Sua combinação com outras cores proporciona harmonia e luminosidade.


PRETO

Também é uma cor neutra, mas está conectada aos conceitos de poder, elegância, força e mistério. Quando combinada com outras cores, reflete significados diferenciados.


CINZA

É neutra e sóbria, transferindo a sensação de responsabilidade, profissionalismo e conhecimento. Por isso, combina com ambientes corporativos. As empresas da área de tecnologia, por exemplo, utilizam a cor para transmitir uma imagem de modernidade e inovação.


Estudar a aplicação da psicologia das cores no marketing é fascinante, pois as possibilidades que podemos encontrar são infinitas. Esse é um assunto muito rico em curiosidades e questões profundamente relacionadas à psicologia e, por essa razão, é muito útil para o marketing e para o relacionamento com clientes.


Pense bem nisso na hora de confeccionar os uniformes de seus colaboradores. As vestimentas utilizadas por eles também fazem parte da identidade visual da sua organização. Procure escolher cores que estejam relacionadas com sua empresa e que transmitam a mensagem certa e desejada ao seu público.


Fonte: https://www.impacta.com.br


#pscologiadascores #marketing #branding #identidadevisual #dicas